quarta-feira, 3 de março de 2010

saudade daquele...

Eu tenho 22, mas eu me sufoco pensando que eu poderia ter aproveitado esses 22 de uma forma melhor.


Eu queria viver mais, sorrir mais, correr mais, escrever mais poesias, queria poder viver do amor, de musica, de arte, queria não precisar tomar decisões pra sempre, ainda mais agora que eu não sei quando é o meu pra sempre.

Queria que minha mãe estivesse sempre pronta quando eu precisasse, queria um amor que ultrapassasse os limites dele próprio, amizades que não fossem embora com o tempo. Queria ser mãe, queria ser mão pra quem precisasse, queria não precisar tanto de coisas que no fundo, não fazem bem pra mim. Queria que o mundo fosse melhor, que as distancias fossem mais fáceis de ser percorridas, para que eu pudesse estar sempre 10 minutos caminháveis de todo mundo que eu gosto.



Mas hoje, e só hoje, o que eu queria era muito mais simples do que toda essa duvida eterna que eu carrego como fardo, mesmo as vezes largando em algum cantinho que eu sempre volto depois pra buscar.

Hoje, e só hoje, eu queria olhar pra você e enxergar, aquele cara por quem eu fui capaz, mesmo que brevemente de apagar todos os meus pontos de interrogação. Aquele cara que era no meio de tantas duvidas a única certeza, o cara que fazia de mim uma mulher melhor.



O meu coração esta barulhento, está machucado, esta se sentindo sozinho. E olha como a vida é engraçada meu amor. Eu sempre chorei as magoas de um coração que sangrava por estar assim, vazio, oco, sem ninguém. Mas eu nunca poderia supor, nem nos meus sonhos mais delirantes de idealismo de um amor que nunca vai existir, que chorar as dores de um coração que dói acompanhado podia ser assim, tão pior!




rani
*
*

9 comentários:

  1. Fiquei encantada com os seus dizeres, queremos muito e exigimos muito, vá atrás do que desejas viva da arte e de poesias, e que com suas decisões possa crescer que seja como uma árvore, raiz, galhos, folhas e frutos. Que seja melhor do que foi ontem, e que nunca deixe de chorar por amor.

    Beijos Juliane

    ResponderExcluir
  2. ... e o amor sempre vem dilacerar, ainda que doa, vivê-lo é essencial.

    Que a dor seja breve, e que venham dias de Sol.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oii. Achei seu blog gostei e estou seguindo! Segue o meu blog tambem??

    ResponderExcluir
  4. mas passa, pode crer que passa.
    e que passo logo então.

    um beijo especial pra você.

    te seguindo

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde flor :)
    Adoreiii o seu blog ele é muito lindo !!!
    To seguindo você, me segue também !!!
    http://lettymorenaa.blogspot.com/
    Abração e Boa Tarde pra você !!!

    ResponderExcluir
  6. adorei seu blog! nunca acompanhei nenhum! mas o seu e vou acompanhar.. os textos sao verdadeiros, sao sinceros de modo que eu posso sentir a dor de quem escreve! parabenss!! beijos Marina

    ResponderExcluir